Gamificação nas empresas: como usar para a retenção de funcionários talentosos

A Gamificação nas empresas têm se tornado cada vez mais constante. O termo se refere à utilização de conceitos baseados em jogos, virtuais ou físicos, para promover conhecimento de forma dinâmica por meio de um sistema de desafios e recompensas.

Além de envolver os colaboradores, essa ferramenta tem promovido melhorias em organizações do mundo inteiro, principalmente no que se diz respeito ao aprendizado e aprimoramento das habilidades profissionais de colaboradores.

No conteúdo de hoje mostraremos como a Gamificação nas empresas pode ajudar a melhorar o índice de retenção de funcionários talentosos. Continue a leitura do artigo para conferir tudo sobre o assunto!

Como a Gamificação nas empresas pode reter talentos?

Competição saudável

Uma das grandes vantagens de implementar a Gamificação nas empresas é o fato de que a geração atual de profissionais está habituada a lidar com tecnologia e sistemas modernos, o que torna o processo de adaptação a novas metodologias muito mais eficiente.

Sendo assim, uma plataforma de Gamificação é capaz de engajá-los, estimulando a competitividade sem prejudicar o clima do ambiente de trabalho. Ou seja, de maneira saudável.

Para isso, os colaboradores devem desenvolver suas atividades e desafios normalmente, atingindo pontuações em um ranking, mas sem que possam saber a quem pertence cada posição. Em outras palavras, o ranking preserva a identidade de cada colaborador.

Sistema de recompensas

A lógica é simples e funcional: como em todo jogo, há uma recompensa para os seus participantes, correto? Quem se torna o vencedor, recebe a maior recompensa. Pois bem, essa é uma forma eficaz de mostrar à equipe que ela vem alcançando bons resultados com o decorrer do tempo.

Porém, no contexto de uma empresa, é importante que as recompensas venham em forma mais palpável do que apenas números em um placar na tela de um computador. Por exemplo, considere oferecer:

  • bonificações em dinheiro;
  • vale-presentes;
  • viagens;
  • cursos profissionalizantes;
  • folgas;
  • brindes.
  • No entanto, o mais importante é o simbolismo que a recompensa deve representar para o colaborador que se sentirá valorizado pela companhia.

Feedbacks constantes

Uma das grandes diferenças entre a Gamificação nas empresas e os jogos online, é que na Gamificação existem feedbacks constantes e imediatos a respeito da performance e do progresso do participante. Afinal, não basta lançar os desafios aos colaboradores, cobrar os resultados e não dar um retorno sobre o desempenho realizado durante a atividade.

Lembrando, ainda, que o feedback é uma poderosa ferramenta para engajar os talentos de sua empresa e obter o máximo de sua produtividade, mas é preciso ter cuidado e profissionalismo ao apontar os erros. Além disso, deve-se elogiar e ressaltar os pontos de acerto para manter seus colaboradores motivados.

Quais erros devem ser evitados na Gamificação nas empresas?

Para concluirmos o artigo de hoje, é importante falarmos ainda sobre alguns equívocos que o gestor de RH pode acabar cometendo nas etapas de implementação de Gamificação no empreendimento.

  • excesso de recompensas – A partir do momento em que o colaborador percebe que as recompensas são obtidas com uma certa facilidade, o desafio acaba e ele deixa de se dedicar, reduzindo seu desempenho;
  • falta de engajamento emocional – Apesar da Gamificação ser um conceito totalmente baseado em tecnologia e informática, deixar o engajamento emocional de lado pode ser um grande erro, já que a empresa depende da motivação e trabalho de seus colaboradores para se manter competitiva no mercado.

Como você pôde conferir, a Gamificação nas empresas pode ser uma das melhores estratégias não apenas para garantir a retenção dos funcionários, mas também melhorar as habilidades profissionais e promover melhorias no ambiente corporativo.

Você ainda tem alguma dúvida sobre como aplicar a gamificação na sua empresa? Quer saber sobre como podemos ajudar? Então entre em contato com a gente para entender mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *